30
Sep

Reabertura com proteção: um cuidado essencial para todos

2020-09-30 10:47:39 |
24 Times |

Estamos há 6 meses tentando lidar com as consequências da pandemia mundial causada pelo coronavírus, minimizar seus efeitos e, ao mesmo tempo, buscamos alternativas mais seguras para reabrir os estabelecimentos com proteção.

Estamos há 6 meses tentando lidar com as consequências da pandemia mundial causada pelo coronavírus, minimizar seus efeitos e, ao mesmo tempo, buscamos alternativas mais seguras para reabrir os estabelecimentos com proteção.

De forma gradual, as cidades estão liberando a abertura dos comércios e permitindo que bares, lanchonetes, restaurantes, padarias e outros estabelecimentos alimentícios recebam novamente seus clientes no recinto, mantendo todos os cuidados necessários.

Toda empresa que atua com manipulação de alimentos e tem contato com o público precisou redobrar os cuidados de higiene e definir novos protocolos de circulação e treinamento de equipes para minimizar o risco de contaminação.

Por enquanto, a adesão do público tem sido cautelosa. Entre as razões para isso, estão medo de aglomeração, receio de utilizar utensílios que não foram devidamente higienizados, interagir com funcionários do estabelecimento que estão em contato constante com outras pessoas etc.

Nesse texto, vamos abordar quais os cuidados que negócios de food service devem tomar em relação ao coronavírus (COVID-19) para voltar ao funcionamento com proteção.

Proteja sua equipe

Oriente sua equipe a adotar medidas para se proteger e resguardar também colegas e clientes. Entre as práticas recomendadas, estão:

  •  Disponibilizar álcool em gel em todos ambientes e equipamentos de EPIs, como: luvas, máscaras, toucas e shields (máscara de acetato).
  •  Fazer o controle de temperatura de funcionários.
  •  Orientá-los a lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, sempre antes e depois de mexer com alimentos ou objetos compartilhados. Se não houver água e sabonete em determinada ocasião, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  •  Evitar tocar nos olhos, no nariz e na boca com as mãos não lavadas. Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  •  Ficar em casa quando estiver doente ou com sintomas suspeitos.
  •  Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

Proteja seu espaço

      • Disponibilizar álcool em gel em todos ambientes
      •  Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.
      • Reduzir a quantidade de lugares do estabelecimento a 40% da capacidade e posicionar os lugares com 1,5 m de distância.
      • Reduzir a utilização de materiais compartilhados como temperos e porta guardanapos. Utilizar copos descartáveis.
      • Manter o ambiente ventilado e não utilizar o ar-condicionado.
      • Disponibilizar cardápios em canais virtuais a serem acessados pelo celular.
      • Informar as medidas de precauções que estão sendo tomadas e sinalizar o ambiente.
      • Se possível, fazer com que haja uma única via de circulação, entrando por uma porta e saindo por outra.
      • Crie um cronograma para, por exemplo, a cada 30 minutos um funcionário passar pano com álcool em maçanetas, cadeiras, portas, cardápios e outras superfícies e objetos compartilhados.

Proteja seu produto

O cuidado com a higiene no preparo dos alimentos é fundamental. Nesse momento, é preciso reforçar ainda mais essas medidas de limpeza e higiene durante a manipulação das comidas.

      • É importante ressaltar que, até o momento, não existem evidências de contaminação pelo novo coronavírus por meio de alimentos, daí o foco nos trabalhadores e nos ambientes.
      • Usar luvas e máscaras.
      •  Limpar constantemente os equipamentos e utensílios compartilhados na cozinha.
      • Desinfetar com mais frequência os equipamentos e as superfícies que entram em contato com o alimento.
      •  Manter a cozinha sempre bem ventilada.
      • Aumentar a frequência com que os manipuladores de alimentos lavam as mãos, seguindo as boas práticas recomendadas para uma higienização correta das mãos.
      • Se  você trabalha em um negócio em que os alimentos geralmente ficam expostos – como buffet ou padaria, por exemplo, para evitar que os produtos sejam contaminados, é aconselhável protegê-los, utilizando embalagens individuais, tampas ou mesmo um pano ou papel mais extenso para cobrir os itens.

Proteja seus clientes 

      • Fazer o controle de temperatura de clientes
      • Exigir o uso de máscara durante a permanência no estabelecimento
      • Disponibilizar álcool em gel em todas as mesas
      • Reforçar a higienização de mesas e cadeiras durante a troca de clientes
      • Manter o distanciamento social entre as mesas
      • Sinalizar o ambiente e os banheiros com comunicados sobre as medidas de prevenção ao coronavírus

Proteja suas entregas

      • Reforçar a limpeza do ambiente onde os alimentos são manipulados.
      •  Atentar-se à higiene das pessoas e de utensílios, equipamentos e superfícies que entram em contato com o alimento.
      •  Verificar se os entregadores estão tomando as devidas medidas preventivas.
      •  Reforçar o cuidado com as embalagens.

Para mais informações, acesse os links:

Sebrae - SEGURANÇA DOS ALIMENTOS

Anvisa - Covid-19 e as Boas Práticas de Fabricação e Manipulação de Alimentos

Abrasel – Dicas práticas para evitar a transmissão do coronavírus em bares e restaurantes

Anvisa

 

Leave a comment

0 Comentários

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.