10
Jun

A divulgação dos restaurantes na era digital

2020-10-06 12:16:29 |
18 Times |

A era digital começou há mais de 15 anos e, com ela, surgiram inúmeras formas de divulgação online, como o chamado Marketing Digital.

Com o advento do Google, redes sociais e outras tantas plataformas, restaurantes, bares, padarias e outros estabelecimentos que, antes, ficavam restritos às redondezas de sua vizinhança, passaram a ganhar fama na região e, muitas vezes, na cidade toda. O surgimento dos aplicativos de delivery e a situação de isolamento social imposta pela pandemia alavancou de vez a entrada nos negócios de alimentação ao mundo digital.

A regra de ouro

A regra de ouro aqui é que quem não é visto não é lembrado. Num universo com concorrência acirrada, fotos de dar água na boca e outros tantos artifícios para conquistar o público é preciso saber se vender.

O primeiro passo é conhecer bem seu público. Saber se seu estabelecimento é frequentado mais por famílias, casais, grupos de jovens ou pessoas de meia idade faz diferença no tipo de comunicação utilizada. Saber o ticket médio de gastos, os pratos e bebidas mais pedidos, no salão e no delivery, o dia da semana que tem mais movimento e o horário de maior frequência.

Ferramentas

Conhecendo bem seu público, a tarefa de fazer um planejamento de ações de divulgação na internet fica mais simples. Isso porque é muito mais fácil criar vínculos e despertar o interesse se um grupo de pessoas que têm gostos e hábitos de consumo parecidos com os frequentadores do seu estabelecimento do que buscar clientes com perfis divergentes.

Google

Quem entra no Google está ativamente buscando um serviço, produto e informação. Há duas formas de se divulgar na plataforma: a orgânica e a paga. A orgânica é aquela que sua relevância aumenta conforme seu conteúdo se torna mais efetivo. Aqui, entra um site bem feito, atualização de redes sociais, blogs, avaliações e outras citações do seu estabelecimento em páginas de terceiros. Quanto mais você aparecer, mais visibilidade você ganha.

Por sua vez, o Google Ads é a forma paga de anúncios da plataforma. Utilizando um gmail como login, você faz toda a parametrização da campanha, isso quer dizer, escolhe palavras chaves, determina público, localização, dias e horários de exibição, valor de gastos diário e outras informações para que sua campanha tenha a melhor performance com um custo otimizado. O custo funciona como espécie de leilão, quanto mais buscada a palavra, mais cara ela fica.

Facebook

O Facebook é uma rede de relacionamento. Aqui, o que vale é a regra 80/20, ou seja, 80% conteúdo e 20% produtos e serviços. Entre os assuntos abordados, estão curiosidades, dicas, receitas e demais assuntos que permeiam o universo do seu estabelecimento. Por exemplo, se você tem um restaurante mexicano, vale fazer posts sobre o país, sobre curiosidades dos ingredientes, tradições gastronômicas. Os demais 20% seriam conteúdos diretamente ligados ao restaurante.

O Facebook também possui uma parte de anúncios pagos. A plataforma também gerencia os anúncios de Instagram, uma vez que as empresas agora fazem parte do mesmo grupo e podem funcionar de forma integradas.

Instagram

O Instagram é a rede para comer com os olhos. Mas, não é só isso. 

O Instagram tem lançado ao longo do tempo uma série de novos dispositivos para incrementar o uso do aplicativo, como stories, IGTV e o Reels. Com tantos artifícios, você pode trabalhar narrativas diferentes dentro da plataforma fazendo com que o público tenha uma maior imersão dentro do conceito do seu negócio.

Por exemplo, seu restaurante italiano é especializado em fazer massa dentro do queijo. No feed, você pode postar a foto do prato recém montado. No stories, você posta uma sequência de pequenos vídeos da preparação da massa no queijo. No IGTV, seu chef de cozinha pode fazer um vídeo mais longo explicando como é o processo de preparação. Com o Reels, é possível adicionar músicas, efeitos e velocidades para criar vídeos divertidos para postar. 

Lembrando que um dos principais recursos do Instagram é sempre marcar a localização do seu restaurante nos posts e usar #s referentes ao tipo de cozinha, pratos mais pedidos, localização, etc.

Whatsapp

O WhatsApp é a ferramenta certa para ações mais direcionadas para a manutenção da clientela mais fidelizada. Mandar "promoções e benefícios" para esse seleto grupo, divulgar depoimentos no status e oferecer opção delivery pelo aplicativo são algumas formas de incrementar o atendimento personalizado.

Aplicativos

Nas atuais circunstâncias, é vital para o negócio aderir aos aplicativos de delivery. Não é mais possível oferecer entrega em domicílio apenas via telefone. Quanto mais facilidades você implementar, mais clientes vão aderir. Os aplicativos disponibilizam uma série de recursos como acompanhamento em tempo real, avaliações, cartão fidelidade e outras estratégias para fidelizar clientes.

Boca a boca

De nada adiantará todas as estratégias de marketing digital se o estabelecimento não oferecer comida boa, preço justo e excelente atendimento. Essa é a tríade básica dos negócios alimentícios. São esses valores que farão seu estabelecimento ficar conhecido, ser divulgado no boca a boca e ganhar cada vez mais notoriedade.

Leave a comment

0 Comentários

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.